Esportes de Aventura e Noticias da cidade de Socorro-SP e regiao do Circuito das Aguas

História

O primeiro período: Teve início no século XVI e vai até 1738, quando teve início a colonização, por Simão de Toledo Pizza. Nessa época, os índios que habitavam as bacias dos rios do Peixe e Camanducaia, repelidos pelos bandeirantes, afastaram-se para regiões longíquas.

O segundo período: Iniciou-se em 1738, prolongado até 1797. Nesse tempo, a região de Socorro era submetida à Freguesia e depos à Vila de Atibaia, até 1797, quando houve a criação da Vila de Bragança que, posteriormente, passou a chamar-se simplesmente Bragança. Ainda nesse período foi concedida a Simão de Toledo Pizza uma sesmaria, dai resuntando a “Campanha de Toledo” que dá origem a Vila de São José de Toledo e ao município de Socorro.

O terceiro período: Vai de 1797 à 1883. Caracterizava-se como Bragantino-Amparense. Nesse tempo a Campanha de Toledo contava com 94 habitações e uma população de 566 habitantes. Mais tarde, em 1829, no mesmo local onde atualmente se encontra a nossa Igreja Matriz, foi erigida uma capela em homenagem à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Em 9 de agosto foi realizada a primeira missa. Nessa data se comemora o aniversário da cidade. Em 28 de fevereiro de 1838, o município de Socorro foi elevado à categoria de Freguesia e mais tarde, em 24 de março de 1871, a de Vila. Após esses acontecimentos na história de nossa cidade, começa a luta entre Bragança e Amparo pela sua posse. Em 21 de abril de 1873 a cidade de Socorro passa da Comarca de Bragança para Amparo. Em 30 de abril de 1880, porém, volta a pertencer, novamente, à Bragança, mas por pouco tempo. Em 30 de março de 1882, é novamente transferida para Amparo.

O quarto período: Socorro obteve a sua autonomia e neste período aconteceram os principais fatos, que muito contribuíram para o desenvolvimento de nossa cidade. Em 17 de março de 1883, Socorro foi elevado à categoria de cidade e, em 10 de maio de 1889, é criada a Comarca que, no mesmo ano, é elevada à primeira instância. Nesse período habitava, no perímetro urbano, uma população calculada em mais ou menos 800 pessoas, segundo as melhores estatísticas, não passando de 12000 a população em todo o município.

O quinto período:Foi marcado pela elevação de Socorro à condição de Estância Sanitária, em 24 de abril de 1945, graças aos esforços do então Governador do Estado Fernando Costa.

O sexto período: Pode ser considerado a partir de 1960, quando começou a se delinear a atual rede de malharias. Até 1973, foram vendidas mais de 9 mil máquinas de tricô Elgin e Lanofix, que deram origem às micro empresas e malharias. Em 1978, Socorro passa à Estância Turística e readquire seus direitos políticos, passando a eleger seu Prefeito por vias diretas. Atualmente, o impulso é dado para o turismo, com o aumento da rede hoteleira e a chegada do turismo rural com pesqueiros e hotéis fazenda.

Switch to our mobile site